1ª página
Página Principal Bem vindo (a) www.sportmotores.com 20/01/2022 17:30 GMT





Calendário Actual
Janeiro - 2022
DomSegTerQuaQuiSexSab
      1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031    


Provas a Decorrer
Rali de Monte Carlo



Proximas 3 Provas
24 horas de Daytona
24 Horas de Nurburgring
6 horas de Fuji (WEC)








GP da Arábia Saudita - Corrida: Hamilton vence corrida polémica
Data: 05/12/2021 21:32

Lewis Hamilton venceu o Grande Prémio da Arábia Saudita, uma prova cheia de polémica e incidentes que deixa o inglês e Max Verstappen com os mesmos pontos quando falta uma corrida para definir o Campeão do Mundo de 2021.

Com decisão do título cada vez mais iminente ninguém quer ceder e hoje viram-se situações extremas entre os dois candidatos.

A corrida começou com alguma tranquilidade, apenas com alguns incidentes próprios de um arranque, tendo Hamilton liderado Valtteri Bottas e Max Verstappen, tendo este trio se mantido junto e rodado num andamento fortíssimo que mais ninguém conseguia acompanhar.

No entanto, Mick Schumacher haveria de virar a corrida do avesso, quando na nona volta saiu de pista, obrigando à entrada do Safety-Car em pista.

Foram diversos os pilotos que resolveram entrar nas boxes para aproveitar a velocidade reduzida do pelotão, tendo os dois homens da Mercedes adoptado esta estratégia, ao passo que Verstappen preferiu manter-se em pista, ganhar posição em pista e esperar uma eventual nova situação de Safety-Car ou até uma bandeira vermelha.

O holandês teve a sorte do seu lado e Michael Masi decidiu parar a corrida com bandeiras vermelhas, dado uma das barreiras de tecpro, o que permitiu a todos os pilotos que não tinham parado a possibilidade de trocar de pneus.

No entanto, Verstappen não arrancou bem e Hamilton passou para a frente, mas na travagem para a primeira curva, travou para lá do último momento, seguiu pela escapatória, mantendo a liderança e obrigando o inglês a abrandar, o que permitiu que Esteban Ocon, que também não parara, passasse para a frente do heptacampeão mundial.

A corrida, porém, seria imediatamente interrompida devido a um incidente entre Sérgio Pérez e Charles Leclerc, quando o mexicano apertou o monegasco contra um muro, acabando o Red Bull por entrar em pião.

Com o carro de Milton Keynes no meio da pista, George Russell teve de reduzir o seu andamento significativamente e Nikita Mazepin não tinha para onde ir para além da traseira do Williams, tendo eles os dois abandonado juntamente com o Pérez.

Com os carros parados novamente na box, foi sugerido à Red Bull que colocasse o seu carro no terceiro posto, atrás de Ocon e de Hamilton, por ter recorrido à escapatória no primeiro recomeço para manter o comando, o que foi acedido pelos homens da formação de bandeira austríaca.

No entanto, com pneus médios contra duros dos dois homens da primeira linha, Verstappen realizou um arranque fulgurante e, com uma manobra arrojada, subiu de terceiro para primeiro, tendo Hamilton se desenvencilhado de Ocon também rapidamente.

A corrida foi interrompida com três situações de Safety-Car Virtual entre a vigésima terceira volta e a trigésima sexta.

Primeiro para limpar a pista devido a um desentendimento entre Yuki Tsunoda e Sebastian Vettel, depois para a mesma tarefa, causada por um toque entre o alemão e Kimi Raikkonen, e por fim para remover da pista uma peça do Aston Martin do germânico que estava no asfalto, tendo o tetracampeão mundial sido um protagonista inocente de todos os episódios.

Com Verstappen na liderança, mas com uns pneus mais frágeis, Hamilton era cada vez mais ameaçador e na trigésima sétima volta lançou o primeiro ataque na travagem para a primeira curva.

O holandês deixou a travagem, uma vez mais, para lá do possível, a traseira fugiu-lhe, seguindo para a escapatória, tendo o inglês sido obrigado a sair de pista para evitar o contacto.

Na volta seguinte, Verstappen foi ordenado que cedesse a liderança a Hamilton, tendo levantado o pé na aproximação à última curva, mas o inglês reduziu também o andamento, mas não o suficiente e embateu na traseira do Red Bull ao escolher manter-se atrás do holandês, ao invés de ir pela pista livre, danificando a sua asa dianteira.

Apesar dos danos, o heptacampeão pôde continuar e na 41ª volta o holandês lá conseguiu deixar passar o inglês no sítio onde tentara anteriormente, porém, recuperava o comando logo na travagem para a Curva 23 e aproveitando ter passado na detecção do DRS a menos de 1s do inglês, o que lhe permitiu defender o 1º lugar.

Os homens da FIA não ficaram, no entanto, satisfeitos e ordenaram que Verstappen cedesse o 1º lugar a Hamilton, tendo acedido à ordem pouco depois de ter recebido uma penalização de 5s devido à defesa do comando na primeira curva no episódio da trigésima sétima volta.

Com os seus pneus médios em mau estado e danos na traseira do seu monolugar, Verstappen não conseguia acompanhar Hamilton, apesar dos estragos que este ostentava na asa dianteira.

O inglês acabou por vencer com a volta mais rápida, o que, com o segundo posto do holandês, o deixou com os mesmos pontos do piloto da Red Bull, muito embora este lidere, dado ter mais vitórias.

Valtteri Bottas, que perdeu posições nos arranques e por alguns pilotos terem ficado em pista aquando da primeira situação de Safety-Car, conseguiu ganhar o 3º lugar a Esteban Ocon na última aceleração para a linha da meta.

Daniel Ricciardo conseguiu assegurar um bom quinto posto depois de uma má qualificação, ficando à frente de Pierre Gasly.

Charles Leclerc foi outro piloto que perdeu lugares nos diversos arranques e com a sua paragem nas boxes para trocar de pneus aquando do primeiro Safety-Car, terminando em sétimo à frente de Carlos Sainz, que teve uma estratégia inversa à do seu colega de equipa.

António Giovinazzi assinou uma excelente corrida, conseguindo levar o seu Alfa Romeo até ao 9º lugar à frente de Lando Norris, outro dos prejudicados das bandeiras vermelhas.

POS PILOTO CARRO TEMPO/DIFERENÇA PTS
1 Lewis Hamilton MERCEDES 50 voltas em 2:06:15.118
2 Max Verstappen RED BULL RACING HONDA +11.825s
3 Valtteri Bottas MERCEDES +27.531s
4 Esteban Ocon ALPINE RENAULT +27.633s
5 Daniel Ricciardo MCLAREN MERCEDES +40.121s
6 Pierre Gasly ALPHATAURI HONDA +41.613s
7 Charles Leclerc FERRARI +44.475s
8 Carlos Sainz FERRARI +46.606s
9 Antonio Giovinazzi ALFA ROMEO RACING FERRARI +58.505s
10 Lando Norris MCLAREN MERCEDES +61.358s
11 Lance Stroll ASTON MARTIN MERCEDES +77.212s
12 Nicholas Latifi WILLIAMS MERCEDES +83.249s
13 Fernando Alonso ALPINE RENAULT +1 volta
14 Yuki Tsunoda ALPHATAURI HONDA +1 volta
15 Kimi Räikkönen ALFA ROMEO RACING FERRARI +1 volta
Sebastian Vettel ASTON MARTIN MERCEDES Abandonou
Sergio Perez RED BULL RACING HONDA Abandonou
Nikita Mazepin HAAS FERRARI Abandonou
George Russell WILLIAMS MERCEDES Abandonou
Mick Schumacher HAAS FERRARI Abandonou

Ramón Herrera


Links relacionados
 
Noticias:
   GP da Arábia Saudita - Treinos-Livres I: Hamilton o mais rápido e Verstappen impressiona
   GP da Arábia Saudita - Treinos-Livres II: Hamilton no topo e Leclerc bate
   GP da Arábia Saudita - Qualificação: Hamilton na pole com despiste de Verstappen
   GP da Arábia Saudita: Horner aponta para desporto excessivamente regulamentado
   GP da Arábia Saudita: Hamilton acusa Verstappen de guiar acima do limite
   GP da Arábia Saudita: Verstappen perplexo com Hamilton e com sentimento de injustiça
   GP da Arábia Saudita: Wolff preocupado com os níveis de pilotagem
   GP da Arábia Saudita: Masi considera normal discussão sobre a posição de relargada de Verstappen
Categorias:
   Internacional
   Fórmula 1
Provas:
   G.P. Arábia Saudita
FotoFlash

Galeria
Galerias de Fotos









Mail List
Se pretender receber informação periodica sobre este site por favor inscreva-se indicando o seu:
Nome:
E-mail:



R4 Sim Racing

Direita3 - Desportos Motorizados

     Copyright sportmotores.com 2000-2007
Envie as suas noticias para press@sportmotores.com
Comentários e Sugestões: webmaster@sportmotores.com