1ª página
Página Principal Bem vindo (a) www.sportmotores.com 20/01/2022 16:53 GMT





Calendário Actual
Janeiro - 2022
DomSegTerQuaQuiSexSab
      1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031    


Provas a Decorrer
Rali de Monte Carlo



Proximas 3 Provas
24 horas de Daytona
24 Horas de Nurburgring
6 horas de Fuji (WEC)








Opinião: Os problemas dos ralis nacionais desaguam no Algarve
Data: 03/12/2021 12:45

Este fim de semana temos no Algarve a Taça de Campeões de Ralis Regionais, um evento que em qualquer país europeu seria uma verdadeira festa de fim de ano dos ralis, mas como estamos em Portugal não é. As 41 equipas inscritas comprovam isso.

Atrevo-me a dizer que esta Taça de Campeões de Ralis Regionais é o espelho dos ralis em Portugal, é o espelho da disfuncionalidade que temos nos ralis nacionais. Infelizmente a memória de Claudino Romeiro merecia mais.

O velho problema das promoções e despromoções das provas

Comecemos pela prova, o Rali Casinos do Algarve que foi excluído do Campeonato de Portugal de Ralis em finais de 2020. Uma exclusão administrativa por vontade dos pilotos. Já em 2019 tínhamos assistido à decisão, também ela administrativa, de promover uma prova ao CPR.

O artigo 21 das Prescrições Gerais de Automobilismo e Karting levou uma tareia em dois anos seguidos no que diz respeito ao CPR. Estando fora do principal campeonato de ralis em Portugal, o Clube Automóvel do Algarve recebeu o "rebuçado" de organizar esta taça, e só por isso esta competição se disputa no Sul do país, ou até só para isso a competição existe como já tinha acontecido em 2014.

O problema de um campeonato de clássicos que não o é.

E para aumentar a dimensão do "rebuçado" a FPAK incluiu a prova nos calendários do Campeonato de Portugal de Ralis GT e Campeonato de Portugal de Clássicos Ralis, inclusão que aconteceu no início do ano. O aumento resultou em mais seis inscritos. Os GT nunca encheram listas e valem pelo espetáculo individual, mas os clássicos era de esperar que engordassem as listas.

Só que em Portugal o campeonato de clássicos não é de clássicos, é de pseudo clássicos contemporâneos. Um campeonato feito para transferir alguns pilotos e carros dos regionais para os clássicos. Só que nem com esta artimanha as listas crescem, sete inscritos em Chaves, cinco na Marinha Grande, três em Viana do Castelo e agora quatro no Algarve. Pensando bem, no Algarve só tem um verdadeiro veículo clássico inscrito.

O problema da sobreposição de provas

Sendo uma expectável festa dos ralis a nível nacional, era de todo importante que este evento não coincidisse com outros potenciais concorrentes. Pois bem, no mesmo fim de semana o Nucleo de Desportos Motorizados de Leiria organiza o 2º Leiria Festival Rallye que atrai clássicos, veículos VSH e VHC com 62 equipas inscritas.

O problema das decisões "em cima do joelho"

O rali Casinos do Algarve é uma finalíssima de campeões dos regionais, mas o Regional Norte ainda não acabou, tem um rali recentemente marcado para 19 de Dezembro, e o Regional Sul tem a sua última prova neste mesmo rali.

Mas a própria regulamentação desta Taça já tinha uma questão curiosa: No ponto 2 do regulamento refere que os concorrentes elegíveis eram aqueles que estivessem na liderança das classificações à data de 30 de Outubro, e que passou para 9 de Novembro. Esta ponto contrariava o anterior, o 1.1, que referia ser um evento único "após a conclusão dos Campeonatos Regionais de 2021".

Ainda em relação a estas decisões "em cima dos joelhos", a FPAK anunciou em meados de Outubro que esta Taça iria acontecer no Algarve. Ou seja, ninguém pôde prever no seu projeto de 2021 a deslocação a esta prova. E por isso quase ninguém do Norte ou Centro lá vai.

O problema da falta de promoção dos ralis.

Este rali deveria ser uma grande festa dos regionais, um grande evento bem promovido. Mas anunciada a um mês e meio da sua realização deixa de fora toda e qualquer possibilidade de planeamento atempado, incluindo a promoção. Ou seja, mais um rali que necessitava de grande promoção e não a tem.

E agora?

Enquanto se faz uma Taça de Campeões de Ralis Regionais, os pilotos desses mesmos regionais não sabem ainda como será a próxima época. Estamos em Dezembro e nada de concreto se sabe, à hora de publicação deste artigo ainda nada se sabe. Foi-se sabendo os planos, depois mudaram, depois voltaram a mudar, e nesta altura não se sabe bem o que está ou deixa de estar. Isto não é um problema de calendários ou regulamentos, é um problema de tentar inventar a roda em torno dos regionais de ralis.



Links relacionados
 
Noticias:
   Opinião - Ralis 2022: Uma proposta alternativa
   Opinião: Agora é que querem mesmo matar os regionais de ralis
   Opinião: Reflex(ã)o - Ep.11 - Ralis por cá e por lá!
   Casinos do Algarve: Rui Rijo é o campeão dos campeões regionais
   Ralis 2022: Conheça as linhas mestras
   Opinião: O karma é lixado... pela segunda vez!
   Opinião: Reflex(ã)o – Ep.12 - Ralis por cá e por lá!
   Opinião: Isto start ou não start?!?
Categorias:
   Nacional
   Ralis
   Crónicas
FotoFlash

Galeria
Galerias de Fotos









Mail List
Se pretender receber informação periodica sobre este site por favor inscreva-se indicando o seu:
Nome:
E-mail:



R4 Sim Racing

Direita3 - Desportos Motorizados

     Copyright sportmotores.com 2000-2007
Envie as suas noticias para press@sportmotores.com
Comentários e Sugestões: webmaster@sportmotores.com