1ª página
Página Principal Bem vindo (a) www.sportmotores.com 21/01/2022 17:39 GMT





Calendário Actual
Janeiro - 2022
DomSegTerQuaQuiSexSab
      1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031    


Provas a Decorrer
Rali de Monte Carlo



Proximas 3 Provas
24 horas de Daytona
24 Horas de Nurburgring
6 horas de Fuji (WEC)








GP Macau - Guia: Jason Zhang vence edição dos 50 anos
Data: 21/11/2021 09:30

Zhang Zhi Qiang conquistou a vitória numa segunda prova dramática do fim-de-semana da Corrida da Guia Macau – Galaxy Entertainment, depois do seu colega de equipa, Ma Qing Hua, sofrer um furo na volta final, quando liderava.

Foi a segunda vitória de Zhang na Corrida da Guia Macau, tendo feito história em 2020 ao tornar-se no primeiro piloto chinês a vencer o evento, significando ainda que o piloto da Shell Teamwork Lynk & Co Racing garantiu o título de pilotos do TCR Asia.

No arranque pouco sugeria uma corrida de doze voltas tão louca, uma vez que Ma lançou-se bem da pole-position para liderar o pelotão na aproximação à Lisboa – onde Zhang foi passado pelo terceiro Lynk & Co 03 TCR da TeamWork, de Sunny Wong Yat Shing, para o segundo lugar.

Zhang voltou para a frente do seu colega de equipa no mesmo local uma volta depois, mas a luta permitiu a Ma escapar ao pelotão que o seguia.

A sua vantagem chegou a ser de 4,6s no final da segunda volta, mas no espaço de uma volta encolheu para nada, passando Ma a tentar defender a sua liderança.

Apesar de bem-sucedido inicialmente, o piloto chinês deixou escapar a primeira posição na quinta volta, quando foi passado por Zhang na Mandarim e, depois, por Wong na Lisboa, com Ma a conseguir no limite manter-se à frente do Audi de Filipe de Souza na entrada da curva.

A ordem manteve-se estática até à nona volta, quando Ma passou Wong por fora na Lisboa e rapidamente se aproximou de Zhang, passando o seu colega de equipa na saída da Melco para reconquistar a liderança.

Ma parecia ter a vitória no bolso, tendo-se defendido de Zhang com sucesso, mas isso foi colocado em risco uma vez que o líder da corrida sofreu um furo no pneu dianteiro – esquerdo e abrandou no início da última volta.

Zhang manteve a posição atrás do ferido Lynk & Co, uma vez que a equipa tentava manter a sua “dobradinha”, mas não teve outra opção senão passar Ma, quando o duo foi apanhado na Polícia pelo Hyundai i30 N TCR de Lo Sze Ho.

Apesar do susto, Zhang tinha performance suficiente no último sector, conquistando o seu primeiro triunfo em pista da Corrida da Guia Macau por 1,897s.

“O ano passado foi o meu primeiro ano com a Shell Lynk & Co Teamwork Racing e desta feita foi muito emocionante”, disse Zhang. “Não sei porquê, mas em Macau sempre tive sorte; a minha melhor volta não foi tão rápida como a do meu colega de equipa, Ma Qing Hua, e talvez o meu ritmo de corrida também não fosse mais forte, mas parece que ele tem sempre azar. Se estiver aqui no próximo ano, gostaria de o ver no pódio a vencer em Macau”.

“Estou verdadeiramente honrado por estar aqui com os meus amigos chineses, com pilotos chineses, estar aqui no pódio e vencer em Macau, conquistado o título do TCR Asia. Obrigado à equipa, dado que me deram um carro estável que era também rápido”.

Lo foi uma ameaça ao longo de todo o fim-de-semana, tendo terminando a Corrida 1 em terceiro, mas as esperanças do piloto da Z-Challenger Racing pareciam ter desaparecido no início da corrida, quando perdeu terreno a tentar ultrapassar Wong, para terceiro.

Essa frustração foi intensificada quando se atrasou na Lisboa atrás do Audi número oitenta e um de Huang Chu Han, tendo Lo iniciando a última volta a 36s do líder, mas a sua perseverança foi recompensada, uma vez que cruzou a linha de meta uma posição acima relativamente ao resultado da Corrida 1 e ao evento principal do ano passado. No entanto, Lo foi mais tarde desclassificado por não ter cumprido o regulamento relativamente à pressão máxima do turbo.

Ma arrastou o seu Lynk & Co na parte final da volta e conseguiu à justa o terceiro lugar, mais tarde elevado a segundo, batendo o Audi número dezassete de Yang Xiao Wei na luta pelo derradeiro lugar do pódio por sete décimos de segundo, ao passo que o único Alfa Romeo Giulietta, de Yiu Lung, manteve-se longe de problemas para ficar classificado em quarto.

Wong iniciou a última volta em terceiro, mas sofreu dois furos e acabou por não ser incluído na classificação final.

O piloto de Macau, Filipe Souza, que foi uma ameaça durante grande parte da corrida, viu as suas esperanças terminarem quando recebeu uma penalização de uma passagem pela via das boxes devido a falsa partida.

Ao não a cumprir no espaço de três voltas, acabaria por ver a bandeira preta. Haveria de regressar à pista depois de passar pela via das boxes, mas voltou a parar na parte final da corrida quando lhe foi mostrada a bandeira preta pela segunda vez.

Andy Yan Cheuk Wai poderia também ser um contendor pela vitória, tendo ganho quinze lugares nas duas primeiras voltas, depois de arrancar de vigésimo segundo posto da grelha de partida, mas parou o seu Honda Civic Type R FK7 da Team TRC quando rodava em sétimo.

- Link aos resultados

A.I.


Links relacionados
 
Noticias:
   GP Macau: Soltas do fim de semana II
   GP Macau - Guia: Ma Qing Hua bate Souza pela pole-position
   GP Macau - Guia: Dobradinha dos Lynk & Co
   GP Macau: Soltas do fim de semana I
   GP Macau - F4: Segunda vitória de Charles Leong
   GP Macau: Rui Valente adia "reforma" e promete voltar para a 30ª participação
   WTCR: Recado da China para dentro da Lynk & Co
   WTCR - Sochi: Monteiro quer pódio para fechar
Categorias:
   Internacional
   Velocidade
   TCR Series
Provas:
   Grande Prémio de Macau
FotoFlash

Galeria
Galerias de Fotos









Mail List
Se pretender receber informação periodica sobre este site por favor inscreva-se indicando o seu:
Nome:
E-mail:



R4 Sim Racing

Direita3 - Desportos Motorizados

     Copyright sportmotores.com 2000-2007
Envie as suas noticias para press@sportmotores.com
Comentários e Sugestões: webmaster@sportmotores.com