1ª página
Página Principal Bem vindo (a) www.sportmotores.com 18/01/2022 23:24 GMT





Calendário Actual
Janeiro - 2022
DomSegTerQuaQuiSexSab
      1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031    


Provas a Decorrer



Proximas 3 Provas
24 horas de Daytona
24 Horas de Nurburgring
6 horas de Fuji (WEC)








Opinião: Porque não começar por apoiar os pilotos mais jovens de uma certa forma?
Data: 12/02/2021 12:32

Foto: Albano LoureiroEm tempos difíceis como aqueles que atravessamos é necessária criatividade para superar os desafios, e por vezes pequenas acções podem ter grandes resultados.

É unanimemente reconhecido que a nossa federação tem uma lacuna no apoio a jovens pilotos para iniciarem ou progredirem na sua carreira em automóveis. Temos uma taça de iniciação no Rallycross, que regista alguma adesão, e temos um campeonato junior de ralis que passa completamente despercebido.

Em Portugal não há os incentivos e apoios similares aos que existem noutros países, como por exemplo na vizinha Espanha, onde tanto a RFEDA como as federações regionais ou até o RACC têm uma imensidão de apoios que chegam a carreiras internacionais. Também não temos o mercado automóvel de outros países, ou a mentalidade desses mercados, que apoiam iniciativas para jovens pilotos e que contribuem para o lançamento destes. Mas também não temos um Consejo Superior de Deportes que tenha o automobilismo como modalidade listada para apoiar seriamente e fortemente.

Resumindo, nunca houve dinheiro a sério para investir em jovens, e obviamente esta não será de todo a altura para se pensar nisso. Nos tempos actuais a FPAK tem de manter o equilíbrio financeiro e não há margem para se pensar em investimentos destes.

Mas o orgão federativo pode fazer algo pelos jovens aproveitando as suas estruturas e gastando praticamente zero Euros.

Porque não criar um FPAK Junior Team, ou um FPAK Junior Start, ou outro nome qualquer? Escolher pilotos abaixo dos 20 ou 22 anos anos que tenham quaisquer resultados de relevo (Títulos, vice-campeonatos, vitórias em eventos) que possam ser vistos como promessas. Criar um grupo restrito de de jovens pilotos com potencial, apresentá-los como tal, e fazer a comunicação dos resultados deles?

Que vantagem poderia isto ter? Para os pilotos seria um argumento a apresentar na altura de contactar potenciais patrocinadores: Jovem promessa com chancela da Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting.

Praticamente não teria custos, criava-se uma imagem em torno de jovens pilotos com valor, e estes receberiam um pequeno impulso na visibilidade da sua carreira. Mas especialmente importante era que se fazia algo pelos jovens pilotos. E isto poderia ser o primeiro passo para outras iniciativas, quando houvesse dinheiro.

Penso nisto e penso nos ralis, onde a geração de pilotos que andam na frente têm mais de 40 anos. E penso num francês que gastou 20 Euros para ir a um concurso de jovens pilotos e hoje é campeão do mundo de ralis. E a seguir deixo de pensar para não me deprimir.

Mas a pergunta que fica é: Seria viável isto? Traria alguma vantagem?

Actualização no 4º parágrafo na referência ao equilíbrio financeiro da FPAK às 18.33h de 13/02/2021

José António Marques
Foto: Albano Loureiro


Links relacionados
 
Noticias:
   Opinião - Reflex(ã)o: O melhor… e o pior do CPR 2020
   Opinião: Reflex(ã)o - Janeiro - Ralis por cá e por lá!
   Opinião: O calendário do CPR de 2021 transformou-se numa novela
   Opinião: Reflex(ã)o - Fevereiro - Ralis por cá e por lá!
   Opinião: Reflex(ã)o - Março - Ralis por cá e por lá!
Categorias:
   Nacional
   Ralis
   Crónicas
FotoFlash

Galeria
Galerias de Fotos









Mail List
Se pretender receber informação periodica sobre este site por favor inscreva-se indicando o seu:
Nome:
E-mail:



R4 Sim Racing

Direita3 - Desportos Motorizados

     Copyright sportmotores.com 2000-2007
Envie as suas noticias para press@sportmotores.com
Comentários e Sugestões: webmaster@sportmotores.com