1ª página
Página Principal Bem vindo (a) www.sportmotores.com 18/01/2022 22:26 GMT





Calendário Actual
Janeiro - 2022
DomSegTerQuaQuiSexSab
      1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031    


Provas a Decorrer



Proximas 3 Provas
24 horas de Daytona
24 Horas de Nurburgring
6 horas de Fuji (WEC)








Opinião: A arte de cancelar ou adiar ralis
Data: 10/09/2020 12:13

Foto: Tiago Soares da CostaPodem não acreditar, mas mesmo para cancelar ralis é preciso arte. Se duvidas, existissem vejam como foi feito o cancelamento do Azores Rally ou o adiamento do Rali Vila do Bispo. Foram decisões muito à frente quando comparadas com os outros vulgares cancelamentos a que este ano, infelizmente, assistimos.

O cancelamento do Azores Rally foi uma verdadeira novela. E a "cereja no topo do bolo" foi a razão apresentada para cancelar: Falta de efectivos policiais para organizar a prova sem público como exigiram as autoridades de saúde açorianas.

Abreviando a novela, chegamos ao ponto em que o rali teria de se desenrolar sem espectadores, e passada uma semana o Grupo Desportivo e Comercial (GDC) descobre que não existiam efectivos policiais para isso na ilha de S. Miguel. Quem tiver mais de dois neurónios e souber usá-los, faz um monte de perguntas. Então só em Agosto é que descobriram isso? Então na preparação da prova ao longo de vários meses e definição dos diferentes cenários que se poderiam colocar, ninguém previu essa situação? Então que tipo de planeamento foi feito ao longo desses meses?

Vamos a ver a fita do tempo. Dia 11 de Agosto o Diretor Regional de Saúde (DRS) dá luz verde à prova, no dia 13 o GDC anuncia que a prova será sem público, no dia 21 correm rumores que a prova foi cancelada e no dia 24 o GDC anuncia o cancelamento da prova. Vida curta que teve o Azores Rally este ano depois de ter sido autorizado...

Mas é aqui que está a arte da coisa, um enredo, suspense e um final apoteótico, com um desfecho esperado mas sustentado em razões que ninguém sonhava. É como vermos um bom western em que começa a ser expectável que o vilão venha a ser morto no fim, mas depois descobre-se que não morreu com um tiro, morreu de ataque cardíaco a meio de um tiroteio. É até um forma pouco digna de um vilão morrer num western.

No fim ainda vamos descobrir que Ni Amorim, na sua discutível entrevista à TSF e à RTP Açores, é que tinha razão: O GDC não tinha dinheiro para organizar o rali mas só a 4 semanas da prova é que descobriu isso. Foi assim? Ao certo não se sabe, porque as entidades açorianas ainda não disseram quantas centenas de milhares de Euros os cofres públicos locais desembolsaram para o clube que organiza o rali que acabou por não acontecer. O facto de se atacar o mensageiro é sinal que se calhar a mensagem até está certa, é uma tática já antiga esta.

O mais curioso é que em finas de Junho, em França, se falava que o Azores Rally estava em duvida por dificuldades financeiras do organizador. França fica a 2.500km dos Açores por mar, e até falam uma língua diferente do português, mas é onde vive a maioria do staff do Eurosport Events. Não sei se isto tem alguma coisa a ver com o que se dizia por lá e até era noticiado nas revistas da especialidade.

Deixemos os Açores, não vão os açorianos pensar que eu tenho algo contra o rali deles, prova que eu acho um dos mais bonitos ralis do mundo. Vamos mudar a agulha da bussula para Sul do território continental.

Esta semana o Clube Automóvel do Sul teve de adiar o Rali Vila do Bispo a quatro dias da sua realização. A razão? Não há efectivos de bombeiros disponíveis por causa dos incêndios, segundo as directrizes da Protecção Governo Civil, nem são autorizadas provas, não há meios nem autorização nem haverá até 30 de Setembro.

Mais uma vez, aqueles que têm mais de dois neurónios e sabem usá-los, fazem perguntas. Mas tem havido incêndios no Sul? Então os grandes incêndios não têm sido no Norte e Centro do país? Então que incêndios são esses no Algarve que ocupam a full-time as corporações de bombeiros algarvias? Estão a enviar bombeiros do Sul para o resto do país para ajudar a combater os incêndios a norte do Rio Tejo? Então o que tem a ver os ralis com incêndios? Então a zona da Sertã, Proença a Nova e Vila Velha de Rodão não têm esse problema? Realiza-se lá a Baja TT do Pinhal este fim de semana. Como ainda não a adiaram, será que a vão adiar no dia anterior? A Protecção Civil é que tem de explicar.

A esta hora há um homem ali para os lados de Amarante que deve estar a rebolar-se a rir com isto de Vila do Bispo. É que o clube que lidera colocou na estrada em Setembro de 2019 um rali do CPR com os montes à volta a arder e dezenas ou centenas de efectivos no combate às chamas.

Chamem-lhe arte ou outra coisa qualquer, mas estes adiamentos têm o seu "quê" de refinado, teatral ou cinematográfico, mas no fim não passam de anedotas do desporto automóvel, o que não é propriamente positivo.

Corrigido às 14.40h de 10/09/2020: Onde estava "Governo Civil" foi substituído por "Protecção Civil" e feita a referência à proibição de provas.

José António Marques
Foto: Tiago Soares da Costa


Links relacionados
 
Noticias:
   Opinião: Fafe no Europeu é pressão para os açorianos
   Opinião: Lembra-se do Rali Vinho da Madeira ser candidato ao WRC?
   Opinião: Afinal havia ralis a mais ou não?
   CPR / ERC - Azores: Rali está oficialmente cancelado
   Opinião: Porque é que temos ralis na televisão quando há acidentes?
   CPR/ERC - Azores: FPAK criticou e organizador ripostou
   CRS: Rali Vila do Bispo adiado
   Opinião: Quando é que os pilotos dos regionais terão coragem de assumir isto?
   Opinião: Porque é que um VSH não pode correr no CPR?
   Opinião: Os troços rápidos em ralis
Categorias:
   Nacional
   Ralis
   Crónicas
FotoFlash

Galeria
Galerias de Fotos









Mail List
Se pretender receber informação periodica sobre este site por favor inscreva-se indicando o seu:
Nome:
E-mail:



R4 Sim Racing

Direita3 - Desportos Motorizados

     Copyright sportmotores.com 2000-2007
Envie as suas noticias para press@sportmotores.com
Comentários e Sugestões: webmaster@sportmotores.com