1ª página
Página Principal Bem vindo (a) www.sportmotores.com 24/01/2022 13:39 GMT





Calendário Actual
Janeiro - 2022
DomSegTerQuaQuiSexSab
      1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031    


Provas a Decorrer



Proximas 3 Provas
24 horas de Daytona
24 Horas de Nurburgring
6 horas de Fuji (WEC)








Rali Nordeste Transmontano: Antevisões - parte I
Data: 26/10/2005 13:49

Fique a conhecer a primeira parte das antevisões do Rali Nordeste Transmontano / O Jogo num trabalho que resulta dos comunicados de imprensa das equipas.

Peugeot quer vencer entre os S1600

A Peugeot Total confirmou, à semelhança das provas anteriores, a presença dos seus dois Peugeot 206 S1600 guiados por Miguel Campos e Bruno Magalhães no Rali Nordeste Transmontano. Esta prova, que se realiza em Macedo de Cavaleiros, nos próximos dias 28 e 29 de Outubro, será uma novidade para todos os inscritos. Antigamente, o rali transmontano disputava-se em pisos de terra, mas este ano será sobre o asfalto, um trunfo que a Marca do leão espera jogar a seu favor.

O objectivo primordial da equipa é garantir a vitória na classe S1600, mas sem nunca descurar a hipótese de lutar pelo ceptro à geral. Para a dupla Miguel Campos/Carlos Magalhães, o rali não será uma tarefa fácil: “Por aquilo que tive oportunidade de ver no programa, parece-me que vai ser um fim-de-semana bastante difícil, mas todos os pilotos estarão em igualdade de circunstâncias. Por isso, talvez seja uma prova bastante interessante em termos de espectáculo. Quanto ao carro, parece que temos o equilíbrio certo e vamos, como habitualmente, lutar primeiro pela vitória na classe S1600, mas esperamos também poder garantir o pódio à geral”, referiu o piloto famalicense.

Bruno Magalhães/Paulo Grave têm como objectivo melhorar o resultado alcançado no Rali Centro de Portugal: , referiu o piloto lisboeta, entusiasmado com o fim-de-semana.

Carlos Barros, Director Técnico e Desportivo da Peugeot Total, pode contar com a forte capacidade de adaptação dos seus pilotos ao desconhecido: “Temos dois bons pilotos que têm uma grande facilidade de se adaptarem aos novos troços. O carro está em perfeitas condições e não houve grandes alterações desde a prova anterior. Por isso, os nossos objectivos passam claramente pela vitória”, referiu aquele responsável, confiante no trabalho da sua equipa.

A Peugeot Total vai para o Rali Nordeste Transmontano com a sua imagem remodelada. Isto, graças à mudança de imagem da TMN, patrocinador da equipa que mudou recentemente os seus logos. Os Peugeot 206 S1600 assim como toda a imagem da equipa Peugeot Total, vai passar a ter o azul turquesa como uma das cores predominantes.

Renault quer defender liderança entre os S1600

As condições atmosféricas apontam para uma grande instabilidade, pelo que são muitas as incertezas no que toca a previsões. Para a “Renault Vodafone Elf”, os objectivos passam por defender a liderança na Categoria S1600, não descurando a possibilidade de lutar pela vitória absoluta.

As duas duplas da “Renault Vodafone Elf” começaram hoje os treinos para a penúltima prova do Campeonato Nacional, o Rali Nordeste Transmontano/Jornal “O Jogo”. Em uníssono, os pilotos consideram o rali “extraordinariamente rápido. Em algumas classificativas, não devemos ter mais do que cinco ou seis curvas definidas nas notas como médias, médias-menos. Todas as outras são caracterizadas como rápidas ou a fundo. Os motores vão andar esgotados durante largos momentos, pelo que não achamos que a organização tenha sido feliz na escolha do percurso”.

A dupla José Pedro Fontes/Fernando Prata considera que “as possibilidades de vencermos à geral são algo reduzidas, devido à menor velocidade de ponta dos S1600, em relação às viaturas de produção. Apesar de tudo, vamos dar o nosso melhor, na certeza de que é com os adversários da categoria que temos de nos preocupar, pois temos uma liderança do campeonato para manter ou mesmo reforçar. As condições atmosféricas também poderão condicionar o desenrolar do rali, pelo que nos resta aguardar pelo fim-de-semana para vermos como as coisas correm”.

Os colegas de equipa, Pedro Matos Chaves/Nuno Rodrigues da Silva, confessam ser-lhes “indiferente se chove ou não. A verdade é que com classificativas como as que estamos a ter a oportunidade de conhecer, as viaturas de Produção deverão ter vantagem. Em termos de percurso, trata-se de um rali muito pouco interessante, mas igual para todos em termos de conhecimento”. A dupla do Renault Clio S1600 aposta “em fazermos melhor do que na última prova, pois estamos determinados em ajudar a Renault a conquistar o título de marcas na categoria. Esse é o nosso grande objectivo, pelo que vamos ver onde conseguimos chegar em termos de resultado final”.

Skoda novamwente com dois carros apenas

A equipa Škoda-OpçãoZero4 manterá a situação evidenciada na última prova do Nacional, ou seja, apenas dois Fabia RS TDI alinharão à partida, uma vez que Gustavo Louro prossegue a sua recuperação física, não estando ainda apto para o seu regresso aos ralis.

Mas as duas formações habituais da equipa apresentam igualmente uma novidade: dada a ausência em África de Paulo Fiúza, Pedro Zamith teve de encontrar um novo navegador e a solução tem um toque feminino, com Inês Primaz a sentar-se ao lado do jovem piloto de Viana do Castelo. Recorde-se que Inês tem bastante experiência em termos de ralis e ainda há pouco tempo disputou o Rali da Madeira com Ricardo Teodósio.

”Vai ser uma novidade, depois de três anos na companhia do Paulo, mas como ele não estava no nosso País na altura do rali, tive de encontrar uma solução. A Inês tem o perfil ideal para se juntar, ainda que forma esporádica, ao nosso projecto e creio que não irei ter qualquer problema de adaptação, apesar desta não ser a prova ideal para uma dupla que se junta pela primeira vez, pois os troços são muito rápidos. Mas espero que tudo corra pelo melhor, de forma a poder continuar a terminar provas, como tem sucedido nos últimos tempos”, referiu Pedro Zamith.

Quanto a Pedro Mendes Gomes e Nuno Rodrigues, o seu objectivo para esta prova é bem claro: manter a liderança da Taça Nacional de Ralis e tentar mesmo ampliar a sua vantagem na primeira posição. Na verdade, o piloto madeirense comanda este troféu integrado no Nacional de Ralis e destinado aos carros de Grupo N e A, com motorizações entre os 1.6 e os 2 litros, e ainda aos diesel: Mendes Gomes tem 95 pontos, contra 87 de Nuno Pinto, e um bom resultado poderia ajudar a cimentar as suas pretensões.

”Este rali não é fácil para nós”, disse Pedro Mendes Gomes. ”Os troços são demasiado rápidos para as características dos Fabia, que esgotam muito cedo em termos de velocidade de ponta, já que, ao longo de toda a prova, não devemos chegar a meia dúzia de curvas lentas. É tudo de “pé na tábua” e nós necessitávamos de zonas mais sinuosas para tira maior partido do carro. Seja como for, vamos dar o nosso melhor e sobretudo queremos terminar para concretizar o nosso grande objectivo da actualidade, ou seja, a vitória na Taça Nacional de Ralis.”

JAM com A.I.


Links relacionados
 
Noticias:
   Lista de inscritos do rali Nordeste Transmontano / O Jogo
   Rali Nordeste Transmontano: Miguel Barbosa presente
Categorias:
   Nacional
   Ralis
   Campeonato de Portugal de Ralis
Provas:
   Rali de Gondomar
FotoFlash

Galeria
Galerias de Fotos









Mail List
Se pretender receber informação periodica sobre este site por favor inscreva-se indicando o seu:
Nome:
E-mail:



R4 Sim Racing

Direita3 - Desportos Motorizados

     Copyright sportmotores.com 2000-2007
Envie as suas noticias para press@sportmotores.com
Comentários e Sugestões: webmaster@sportmotores.com